Informações basicas para montar qualquer configuração de HA (High Availability / Alta Disponibilidade)

Versão para impressãoEnviar para amigoVersão PDF

Para utilização de recursos de alta disponibilidade, deve-se primeiramente ter em mente quais os termos utilizados para não haver confusões.

  1. HA - High Avaibility
  2. CA - Continuos Avaibility
  3. FO - Fail Over
  4. Visão técnica
    1. HDR - High Availibility Data Replication
    2. SDS - Shared Disk Server
    3. RSS - Remote Secondary Server
    4. CLR - Continuous Log Restore
    5. Conectividade
    6. Conexao Encriptada
    7. Threads
    8. Alternativa ao ontape
    9. Mudando tipos de HA
    10. Monitracao do protocolo SMX

HA - High Avaibility


Defini-se como capacidade de disponibilidade dos componentes do sistema, ou seja, em caso de pane, eles são disponibilizados rapidamente. Portanto HA pode ser um conjunto de CA+FO ou apenas um deles.
No caso do Informix se encaixa neste perfil (HA+FO) em todos seus modos de trabalhos : HDR, SDS, RSS e CLR

CA - Continuos Avaibility


Defini-se como capacidade de disponibilidade continua dos componentes do sistema.

Imaginando uma situação, seria no caso de um servidor falhar e todas as sessões e transações que estavam ativas naquele servidor continuariam ativas em outro servidor e para a aplicação não haveria implicação alguma ou efeito.
No Informix isto atualmente (versão 11.50 xC4) ainda não ocorre, para o servidor que falhou as transações e conexões são perdidas, porém com o Connection Manager na próxima conexão o usuário é redirecionado automaticamente para um dos servidores secundários, caracterizando assim um HA e não CA.

FO - Fail Over


Defini-se como a capacidade de recuperação automatica de um componente.

Caracterizado no Informix com recursos de HDR, SDS, RSS e espelhamento de disco (mirror).

Visão técnica


Serv1 = servidor/banco primário
Serv2 = servidor/banco secundário

HDR - High Availibility Data Replication


  • Sincrono ou Assincrono
  • Trabalha com protocolo Half-duplex
  • Precisa de Baixa latencia de rede (rede com boa performance).
  • Trafega todos os dados logados
  • Necessita storage próprio (duplicando assim o espaço utilizado pelo banco de dados do sistema)
  • Pode ser convertido para servidor RSS secundário ou servidor primário
  • Não pode existir 2 servidores HDRs na mesma configuração

SDS - Shared Disk Server


  • Assincrono
  • Trabalha com protocolo Multiplexado - SERVER MULTIPLEXER - SMX
  • Não necessita de Baixa lantência de rede pois trafega apenas os LSN (Log sequence number) e dados dos servidores secundários para o primário
  • Utiliza protocolo - SERVER MULTIPLEXER - SMX.
  • Compartilha disco com servidor primário
  • Controla via software o acesso ao disco com os outros servidores SDS
  • Os servidores secundários SDS possuem acesso apenas de leitura ao disco do banco de dados.
  • Pode ser convertido para servidor primário.
  • Pode existir inúmeros servidores secundários SDS na mesma configuração.

RSS - Remote Secondary Server


  • Assincrono
  • Trabalha com protocolo Multiplexado - SERVER MULTIPLEXER - SMX
  • Trafega todos os dados logados porém não necessita de Baixa lantência de rede pois utiliza protocolo SMX.
  • Necessita storage próprio (duplicando assim o espaço utilizado pelo banco de dados do sistema)
  • Pode ser convertido para servidor HDR secundário

CLR - Continuous Log Restore


  • Assincrono
  • Não depende de conectividade de rede
  • O banco fica em eterno Fast Recovery e conforme os backups de log são gerados no servidor primário, estes são transferidos manualmente ao servidor backup e restaurado.
  • Necessita storage próprio (duplicando assim o espaço utilizado pelo banco de dados do sistema)

Conectividade


Ver exemplo de esql/c pagina 45 , RedBook "IDS 11 Extending Availability and Replication"
  • INFORMIXSEVER = instancia ou grupo
  • DBPATH = lista de servidores secundários. ex.: //sds1://sds2://rss
  • Conection Manager

Conexao Encriptada


  • Para encriptar uma conexão entre servidores RSS,SDS,HDR, definir os parametros:
    ENCRYPT_CYPHERS , ENCRYPT_MAC, ENCRYPT_MACFILE E ENCRYPT_SWITH.
    Obs.: Estes parametros sao compartilhados entre HDR , ER e SMX
  • Pode-se utilizar conexões através de SSL definindo no NETTYPE a opção onsocssl .
  • Para conexões HDR e ER , pode-se definir no SQLHOSTS o 5o campo como s=6 , que limita a porta em questão a aceitar conexões de HDR e ER apenas.
    Quando esta opção é ativa , um novo recurso de autenticação é utilizado, o arquivo $INFORMIXDIR/etc/hosts.equiv . Este arquivo tem a mesma sintaxe da versão unix, porém tem que ter owner/group como informix e apenas ele com permissão. Assim não é mais necessário alterar o arquivo hosts.equiv do S.O.

Threads


  • HDR
    dr_prsend : Envia dados do log buffer para Serv2
    dr_secrecv : Recebe dados do Serv1 e repassa ao dr_secapply
    dr_secapply : Aplica os dados em um recovery buffer
    dr_prping : Testa/monitora conexão com Serv2
    dr_secping : Testa/monitora conexão com Serv1
  • SDS
    ProxySync :
    ProxyDispatch:
  • RSS
    RSS_Recv : Recebe dados do Serv1
    RSS_apply: Aplica dados em um recovery buffer
  • Todos (estas threads são comum nos 3 modos) smxrcv : Faz a comunicação SMX entre os servidores, recebendo dados
    smxsnd : Faz a comunicação SMX entre os servidores, enviando dados
    logrecvr : Executa o logical recovery dos dados do recovery buffer
    logrecover :
    bld_logrecs :
    logredo :

Alternativa ao ontape


Para ativar um servidor secundário (HDR, RSS) é necessário restaurar um backup no Serv2.
Com alternativa pode-se realizar copia dos chunks e inicializar Serv2 com oninit -r ou oninit -PHY (ambos não documentados)

Mudando tipos de HA


  • DEFININDO PELA PRIMEIRA VEZ UM SDS PRIMARIO
    No Serv1 : onmode -d set SDS primary <serv_primary>
  • ALTERANDO UM SDS SECUNDARIO PARA PRIMARIO
    No Serv2 : onmode -d make primary <new_serv_primary>
    Obs.: Válido apenas para SDS
  • HDR -> RSS
    No HDR Serv2 : onmode -d RSS <serv_primario>
    Obs.: Altamente recomendado colocar o servidor primario em modo "standard" antes.
  • RSS -> HDR
    No RSS Serv2 : onmode -d secondary <serv_primario>
    Obs.: Altamente recomendado colocar o servidor primario em modo "standard" antes e depois de definir o secundário, definir o primário com o comando onmode -d primary <serv_secundario>
  • HDR Primario <-> HDR Secundário
    Utilizar as shells hdrmkpri.sh e hdrmksec.sh

Monitracao do protocolo SMX


  onstat -g smx
  onstat -g smx ses
  sysmaste:syssmx

0
Ainda não votado
Sua avaliação: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Você pode usar tags BBCode no texto.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>

Mais informações sobre as opções de formatação

CAPTCHA
Este teste é para bloquear programas automatizados e previnir spams
CAPTCHA de Imagem
Digite o texto exibido na imagem.